Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2010

Momento Mediunico

Imagem
S.O.S.à Distancia

  O olhar sereno de Jesus, uma linda nuvem azul construiu E ao influxo do amor, ele a conduziu Ao trabalho amoroso do atendimento infantil

E naquela noite  No grupo fraternal a nuvem surgiu  Olharam-na surpresos! Mas com afagos e mimos ela se abriu

Confortada e feliz feito avezinha no ninho, Abrigaram na nuvem a criança doentinha  E ela enfim conseguiu !

O amor da mamãe, carinhos da titia, bençãos da vovó Um sopro feito brisa quente e suave da titia Meimei*, Fluidos perfumados e restauradores da enfermeirinha Scheila*
Risos e palminhas de nosso pequenino irmão Palminha* Chazinhos e ervas aromáticas de Amadeo* e Jovelina* Um remedinho de Dr.Bezerra*.

E num doce e suave alento a criança feliz, dormiu....

Queria compartilhar com os amigos queridos que seguem o blog “Pátria Espírita”esse momento mediúnico muito singelo, que vivenciamos durante a tarefa do S.O.S à Distancia, que atende aos enfermos impossibilitados de estar no Centro Espírita para a Assistência Espiritua…

O sentimento de culpa

Imagem
Deparamos muitas vezes com pessoas amarguradas e tristes por não terem conseguido superar as expectativas em relação a si próprias ?
Sentem-se ao desamparo de si mesmas, ao sabor  de culpa que as toma de surpresa, nas armadilhas que esse sentimento ocasiona.
Mas de onde nasce este sentimento?
A culpa nasce do conceito que trazemos dentro de nós do que é certo ou errado, do que é nosso dever fazer ou do que não devemos fazer.
Conceitos introjetados em nós de acordo com a cultura, a educação,a religião que vivemos.
Ela surge quando contrariamos esses conceitos.
Aqueles que possuem dificuldade para lidar com os próprios limites, erros, fracassos, incapacidades, tendem a se martirizar e se culpar de forma excessiva, muitas vezes castigando-se num processo de autopunição que acaba paralisando o momento presente e a vida futura.
É como se trouxessem no peito o pulsar constante de * “mea culpa... mea culpa... mea...máxima culpa”
Sentimento que nos aprisiona e escraviza ao desamor.
Presencia…