Translate

sábado, 20 de agosto de 2011

Escrevendo uma nova página de vida



Quantas pessoas encontram-se neste momento em situações extremas fazendo opções  que as entristecem e angustiam, sentindo-se  vitimas das circunstancias que as envolvem.
Com certeza são muitas, talvez entre elas nós também.
Onde buscar ajuda neste momento?
Onde a solução tão aguardada ?
Talvez um emprego melhor!
Quem sabe mais dinheiro!
Talvez quem me magoou me peça perdão!
Talvez eu volte a amá-lo....!
Quem  sabe meu filho mude!
Ou o chefe me entenda melhor!
Mas a que distancia a solução se encontra de nós? 
Precisamos de ajuda.
Mas esperamos sempre da ajuda, que chega, recursos para mudar o panorama que nos aflige exteriormente.
Poucos de nós consegue observar as situações que nos pedem constantemente criarmos recursos de superação “dentro de nós”.
Só podemos mudar o mundo” fora de nós”a partir do momento que o mudarmos” dentro de nós”.
Desistimos de tudo tão facilmente, e por fim desistimos de nós mesmos. 
Esquecemos que, aprender as vezes traz sofrimento e dor. E que a vida é aprendizado constante.
Há em nós uma força interior descomunal  que desconhecemos.
È o “eu divino”.
Os momentos difíceis nos fazem despertá-la, nos lembrando quem somos.
E ela nos diz o quanto podemos e devemos realizar por nós mesmos. Nos resgatando dos enganos,das disilusões. Superando medos, receios, inseguranças. Principalmente de sofrer, pois para aquele que sabe, sente e escolhe vivificá-lo em si,acaba colhendo  através do esforço,da perseverança, do trabalho, os frutos da bonanza.
Estamos aqui reencarnados para superação de nós mesmos.
Resgates, provas, missões se houverem, são exatamente para isso,ou seja:
 - Um caminho de aprendizado continuo constante.
Por isso vivifique dentro de você os recursos de lidar com o outro sem ter de mudá.-lo.
Ame seu filho naquilo que ele é agora, não deixando para amá-lo num futuro que poderá ser tardio.Talvez essa seja a mudança necessária.
Utilize o dinheiro com parcimônia, sem o sentimento de que você necessitada mais do que a realidade impõe.
Assopre sempre as cinzas do amor que pensas que morreu.
Resgate a gentileza ,a cordialidade, a amizade trazendo de volta a admiração e com ela o amor.
E o chefe ? Ah... o chefe!
Esse representa a autoridade que devemos respeitar, e quão difícil é para nós essa questão.
Si hay  autoridad soy contra.
Ainda hoje, os brindes que fazem no México são sempre pela “revolución”.
Somos rebeldes por natureza. È uma questão de evolução. Ou diria de *‘involução’.
Essa é uma questão a ser tratada com nosso orgulho, nossa vaidade nosso, ego. Talvez por isso ela está tão envolvida com o dinheiro pois só isso me faz atura-la ou seja; -  uma questão de “sobrevivência” material sim;  mas de sobrevivência.
Dizem que:
“O dia em que a criança descobre que todos os adultos são imperfeitos, ela se torna adolescente.
No dia em que os perdoa, ela se torna um adulto.”
Precisamos entender que aquele que detém a autoridade nem sempre é perfeito, como nós gostaríamos que fosse e que deveria ser.
Que comportar-nos com rebeldia é perda de tempo.
Precisamos crescer enfrentando as situações, fazendo as escolhas de conformidade com nossas necessidades mais prementes, nos respeitando, mas também superando suscetibilidades, lidando melhor com nossos sentimentos e emoções, nos permitindo, enfrentar, confrontar, amar, compreender, tolerar,perdoar.Lutando pelos nossos direitos mas, cumprindo com nossos deveres, com maturidade.
Que possamos assim escrever um nova pagina, nesse livro que se chama vida, aprendendo  que as mudanças começam dentro de nós, refletindo ao nosso derredor.


*Involução - o espírito pode ficar estacionário,( por algum tempo) mas não retrograda jamais.
Alguns espíritos evoluídos ( da esfera crística ) assim como Jesus  tiveram que passar por uma modificação perispiritual intensa para poder reencarnar novamente num corpo de carne,densificando seu padrão vibratório.
A forma como esta no texto acima foi para dar uma certa leveza .

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

A oportunidade da reencarnação

E o guerreiro descansa no mundo de *Hades.
Mas como sobrevivente da vida intensa vivida aqui na Terra, de vez em quando deixa seu olhar voltar-se para o mundo fervilhante de vida que o planeta azul abriga.
E em seu coração acostumado as durezas das varias batalhas, põe-se a desejar um novo recomeço.
Mas como ele poderá voltar, se aos deuses, herói mitológico, guerreiro, resta apenas viver das lembranças, das glórias, no Olimpo, após sua morte?
Desejos e devaneios jazem em seus sentimentos.O descanso eterno lhe parece penoso demais.
Anseia pelas batalhas que trazem glória para quem sabe vivê-las.Anseia a companhia daqueles que lhe foram fiéis companheiros de armas e lutas.
E assim nosso herói busca caminhos para seus descaminhos, no descontentamento.
Raios, trovões! Pragueja de vez em quando, chafurdando-se na força da rebeldia incontida, que poderosa tenta envolvê-lo, mudando-lhe o humor.
Anda, movimenta-se, locomove-se, espiando a Terra uma vez mais.Voltando-se entristecido, lentamente acomoda-se olhando para o reflexo de sua armadura, espada, e escudo que brilhantes ali jazem inertes...
É lógico que esse fato se reporta a *Mitologia Grega, sendo alusivo às crenças antigas desse povo.
Mas as crenças sempre fizeram parte da mente humana principalmente no campo da fé, dai a necessidade  de ser raciocinada mudando padrões de comportamento para sua libertação.
Espíritos existem, que quando despojados da matéria física e encontrando-se no plano espiritual fixam-se em suas crenças, em seus pensamentos, determinando o mundo e o tempo em que passam a habitar.
Seja de sofrimento, dor, culpa; extrema fixação imobiliza-os até compreenderem essa nova realidade de vida.
Daí a necessidade da reencarnação, onde um novo aprendizado, um novo recomeço, será como brisa fresca a soprar em suas entranhas, libertando-o de si mesmo.
Décadas, séculos, muitas vezes levam esses espíritos a despertarem para outra realidade, devido à cristalização mental em que se encontram. Fixados que estão pelos pensamentos e sentimentos do ódio, rancor doentios.
Lembro-me de um deles que no tratamento desobsessivo, durante a assistência recebida, chorava e buscava o ente querido que havia sido vitima de uma situação difícil,sendo esclarecido pelo grupo que esse ente querido a muito se recuperara.Reencarnara inúmeras vezes, e perdoara quem o magoou.
Só ele ainda estava preso ao passado buscando vingança.O algoz se redimira através do perdão de sua vitima e do trabalho. Tivera tempo de crescer, assim como o ente querido que buscava, mas ele mantivera-se preso ao desespero, fixado que estava  nessa situação.
Ali estava devido às orações desse coração ( ente querido)  que às vezes sentia uma presença estranha em seu lar.
Trazido ao grupo de desobsessão, foi atendido pela espiritualidade que o acomodou carinhosamente ao médium. Sob o impacto das energias físicas, emocionais e espirituais equilibradas do médium, foi esclarecido despertando paulatinamente.
Através da anamnese logo percebeu que há muito desencarnara.Que o tempo passará, e aquele que buscava, e acreditava estar em sofrimento há muito se refizera.
Percebeu que a tempo estava fechado em si mesmo com suas tristes lembranças e crenças de vingança, vivendo e revivendo as situações do passado.Levado pelos amigos espirituais, longo tempo ainda levou para sua recuperação.
O Espiritismo diz que o pensamento é vida. E realmente ele pode libertar ou aprisionar uma pessoa indefinidamente.
Por isso precisamos aliar ao conhecimento espiritual ao evangélico aprendendo sobre o amor e o perdão, abrindo as comportas do coração.Podendo ultrapassar os desníveis vibratórios descompensados pelas paixões.
Reencarnação oportunidade bendita de recomeço!
Na Lei do Esquecimento, sedimentam-se novos conhecimentos aferidos pelo homem em seu tempo.
Encontrando-se com antigos desafetos, possibilidades novas se apresentam para aparar as arestas.
Aprendizado em novas bases que buscam trazer felicidade e paz.
Daí a importância da educação do espírito.Utilizando o novo recurso nessa construção.Não esquecendo de trabalhar seus sentimentos através da religiosidade.
Coloquem Deus na vida das crianças, não deixem para depois!
Muitos dizem; - Ela é pequena demais, quando crescer poderá escolher o que quiser.
 Ledo engano! Qual matéria moldável se faz o coração da criatura em sua infância.
Este é o período mais especifico para a sementeira.O solo está mais fértil, pois o espírito conseguirá subtrair-se às tendências tortuosas que se fixam no campo emocional e mental quando aparecerem, pois terá as informações dos recursos novos ali imprimidos.
 Haverá conflitos internos, que muitas vezes se apresentarão na presente reencarnação na mesma época em que se desenvolveu no passado.Retornam como crises, assustando os pais e responsáveis que não atinam com as doenças e desequilíbrios que aparecem gratuitamente.
Mas com a confiança nos bons sentimentos ali instaurados através da oportunidade da atual reencarnação, e com fé na lei da justiça e bondade de Deus, tudo será superado. Afinal os pais, a família, a educação, a nova reencarnação, é exatamente para isso.
Sejamos bons semeadores para sermos bons ceifeiros.
Na terra livre do coração é obrigatório colher aquilo que se planta.
Sejamos o guerreiro que combate às más tendências. Lutemos contra as fixações mentais da ignorância e do desamor.Tornemo-nos o herói da batalha contra nós mesmos, vivenciando cada dia a luta renovadora do espírito imortal aqui na Terra.
Deixando os mortos enterrarem seus mortos, assim como ao mundo de Hades suas limitações e expiações.





*O Nome Hades pode levar a confusão, porque era usado pelos antigos gregos tanto para o deus que mandava no Mundo Inferior como para o Próprio Mundo Inferior. Embora fosse o reino dos Mortos, o Hades grego não se parecia com a idéia posterior de inferno, um sítio onde os condenados sofriam penas eternas. Era um lugar para onde todos os mortos – bons ou maus – seguiam, guiados pelo deus mensageiro Hermes. Só quando lá chegavam era decidida a sua sorte. Alguns, principalmente aqueles que haviam ofendido os deuses, sofriam, mas aqueles que tinham sido bons, ajuizados e caridosos, e autores de grandes feitos, podiam ter uma além-vida muito feliz.
*Anamnese – Terapia exclusiva da espiritualidade que plasmando uma tela à frente do espírito que está ligado ao médium através da psicofonia, faz com que seus pensamentos ali refletidos tragam de sua memória os fatos do passado por ele vividos.  Detalhes, vão sendo plasmados em imagens nessa tela, possibilitando aferição da verdade.
Estando ligado ao campo emocional do médium (que está mental, emocional e espiritualmente) equilibrado, ele faz esse aporte de maneira lúcida e eficaz, pois o médium, o grupo a espiritualidade lhe dão as condições vibratórias especiais para isso.È um momento de libertação, reabilitação para o espírito desencarnado.


*Na mitologia grega, o Monte Olimpo é a morada dos Doze Deuses do Olimpo, os principais deuses do panteão grego. Os gregos pensavam nisto como uma mansão de cristais que estes deuses (como Zeus) - habitavam.


*Mitologia Grega Os gregos criaram vários mitos para poder passar mensagens para as pessoas e também com o objetivo de preservar a memória histórica de seu povo. Há três mil anos, não havia explicações científicas para grande parte dos fenômenos da natureza ou para os acontecimentos históricos.Portanto, para buscar um significado para os fatos políticos, econômicos e sociais, os gregos criaram uma série de histórias, de origem imaginativa, que eram transmitidas, principalmente, através da literatura oral.