Translate

quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

O Vale de Cedron




A cidade de Jerusalém é uma das mais antigas do mundo; ela  data do 4º milênio AC.
Está  localizada em um planalto nas montanhas da Judeia entre o Mediterrâneo e o mar morto.
No tempo de Jesus, possuía população de 25 mil habitantes sendo a maior cidade da Judeia.
A primeira referência à cidade de Jerusalém, esta  na Gn.14.18,onde Abrão o Patriarca Hebreu visita o rei de Salém ( Jerusalém ) Melquecidec.
Quase mil anos depois o rei  Davi fez de Jerusalém a sua capital, e ela passou a a receber vários outros nomes: -  cidade de Davi, cidade santa, cidade da verdade, pois para lá ele levou a Arca da Aliança que continha as tabuas sagradas dos dez mandamentos.
Mas foi somente após sua morte e Salomão seu filho ter herdado o trono, que foi construído o primeiro Templo de Jerusalém, onde a Arca da Aliança ficava.
Em hebraico a cidade de Jerusalém  era chamada de Yerushalaym.
Mas foi com os fatos relatados no Novo Testamento, ou  seja o nascimento do Cristianismo que  ela passa a ter importância não somente histórica.
Ao seu derredor havia uma grande muralha com inúmeras portas. Havia a porta de Damasco, a porta da água, dos cavalos, dos peixes, do monturo, de Jafa etc, ao todo eram doze.
Saindo pelo portão leste, observava-se uma cadeia de montanhas.    
Entre a cidade e os montes, havia  um vale que se chamava "Vale de Cedrom".
Cedrom significava escuro pois nas épocas chuvosas de inverno ele enchia, permanecendo seco e vazio o resto das estações.
É conhecido também como Vale de Josafá que significa ; o "Vale onde Deus julgará"
Saindo pelo portão da cidade, atravessando o vale,subindo o monte chegava-se ao Getsâmani ou seja um jardim situado ao sopé do Monte das Oliveiras, lugar significativo para Jesus que o buscava para orar e ensinar.
Acredita-se que Jesus e seus discípulos após a ultima ceia tenha orado na noite anterior a crucificação no Getsâmani.
Essa noite é chamada noite da angustia pois de acordo com o Evangelho segundo Lucas, a angústia de Jesus no Getsâmani foi tão profunda que "seu suor tornou-se  grandes gotas de sangue, que corriam até ao chão."
Quando o rei Davi foi expulso de Jerusalém por Absalão, saiu pela porta leste da cidade e caminhou com seu povo pelo vale de Cedrom e dizem que o rei chorou durante toda a sua trajetória pois ficara sabendo que seu filho Aitofel ajudara Absalão traindo-lhe.
Nosso mestre Jesus também atravessou o Vale de Cedrom apos ter sido delatado e encontrado pelos soldados.
O interessante é que esses espíritos pertenciam a mesma descendência, ou seja Jesus pertencia a descendência de Davi através de seus pais.
Me parece que atravessar o Vale de Cedrom tem um significado especial para cada um de nós.
Quem não passou momentos de angustia magoas, injustiças acreditando estar só,num vale profundo,entre a cidade e os jardins.Ou seja entre as criaturas (cidade)  e seu próprio coração (jardim)
Esses com certeza são momentos de solidão. E Jesus sempre nos alerta que em nossas vidas haverá momentos onde estaremos sós. Nesses momentos continuemos a caminhar.
Não permaneçamos estáticos. Não queiramos pernoitar, acampar no "vale das lágrimas",mas caminhemos, encontrando a saída.
Para cada situação há uma explicação, uma necessidade,um aprendizado.
Observemos esses espíritos em seus exemplos, que através do tempo nos ensinam a força da perseverança em suas atitudes.
A força de lutar pelo que acreditam e das circunstancias que nos envolvem a vida terrena.
Precisamos como Jesus nos fala estarmos vigilantes, pois ora estamos na cidade,ora no Getsâmani e para atravessar de um lado para outro passamos pelo vale de Cedrom.


Nenhum comentário:

Postar um comentário